Morro dos Perdidos – Guaratuba PR

Avaliação:
3.25/5 (4)
O Morro dos Perdidos encontra-se no município de Guaratuba. É um dos pontos mais altos da Serra do Mar, e de lá temos uma linda visão 360º. Um passeio para ser feito tanto no inverno quanto no verão, cada um com suas características particulares. Sem dúvida a vista mais bonita é conseguida com céu limpo e poucas nuvens. Fica a aproximadamente 50Km de Curitiba, para quem sai pela BR-376 em direção a Santa Catarina.
Um passeio muito utilizado por ciclistas e para caminhadas, pois conta com boa infraestrutura para atender o visitante. Mas como nosso negócio é o mundo 4x4, a subida é muito interessante. Não há muitas dificuldades, mas o caminho não deixa de ser desafiador. Bom para testar suas viaturas, mesmo sem preparação alguma, inclusive com pneus originais.
A entrada se dá pelo Km 665 da BR-376, um pouco antes do segundo posto policial, que fica no ponto mais alto da serra. Seguindo sentido Santa Catarina, logo após a represa do Vossoroca. Tem que ficar atento pois a entrada fica bem no meio de uma curva, e não tem refúgio para entrar. A propriedade é particular e fica dentro de uma fazenda chamada Arca de Noé. O proprietário tem um pesque-pague e uma área de lazer para se passar o dia, e cobra uma taxa de R$ 5,00 por pessoa para a subida do morro. Com esse valor ele mantém sanitários e a limpeza do local, que por sinal é muito boa.
A subida é feita por uma estrada principalmente se saibro e pedras, com algumas erosões no caminho feitas pela descida da água. Veículos 4x4 não encontrarão maiores dificuldades para transpor os obstáculos. No meio do caminho existe uma entrada para seguir a pé que chega em uma cachoeira, mas o caminho é longo e cansativo. Seguindo a estrada, sempre acompanhada das belas paisagens da Serra do Mar, chegamos a uma bifurcação, onde para se chegar ao ponto mais alto deve-se pegar a direita. Logo após o caminho fica asfaltado, mas de forma precária, com algumas indicações por olho de gato. Por mais que seja asfaltado, ali é a parte mais difícil, pois é muito íngreme e com curvas fechadas. O ideal é subir em reduzida, mas se o veículo tiver diferencial central, caso contrário forçará muito a caixa de transferência nas curvas.
No topo desse morro temos torres de várias operadoras de Telecom, interligando os estados do PR e SC. Por esses e outros motivos as operadoras contam com carros 4x4, pois o acesso a esses lugares normalmente é difícil. Um amigo comentou que a única forma de subir esse último trecho a noite e com chuva é uma pessoa ir a pé na frente, guiando o carro.
A vista lá de cima é impressionante. Para o Leste vemos a baía de Guaratuba, ao Norte Curitiba e a represa do Vossoroca. Para o Sul avistamos desde Garuva até Joinville. A vista da descida da serra também é interessante. Dali consegui ver o outro lado de uma trilha que fizemos, postada alguns meses atrás, que é a estrada da Limeira, ligando Garuva até Morretes.
O local também é muito visitado para acampamento, por se tratar de um lugar relativamente seguro e com uma bela paisagem natural. O nascer do sol na baía deve ser algo que compense passar a noite lá.
Lembrando que o local é frio, mesmo no verão, principalmente no cair da tarde. Se for no inverno então, pode levar muito agasalho. A altitude é em torno de 1500m, e é um dos pontos mais alto da Serra do Mar.
Para a volta não tem segredos, apenas descer com cuidado e freio motor. Lembra um pouco o Morro da Palha, que fica em Campo Magro e muito visitado para o off road. Não oferece tantos desafios quando ele, mas a vista é muito mais interessante.
Existe ainda uma opção de trilha, no meio do morro. Entrei um pouco nela, como pode-se notar no track do GPS, para ver onde dava, e cheguei a uma ponte de ferro e uma subida muito íngreme em curva. A vontade de seguir era imensa, mas a razão falou mais alto, pois estava sozinho e sem guincho na viatura ainda. Mas voltarei para ver onde dá. O proprietário comentou a primeira vez que fui que ela tem uns atoleiros bons em épocas de chuva. Assim que fizer completa posto o resultado.

Mapa:

Wikiloc

 

Dificuldade:
Natureza: 
4x4: 

Vote:

Posted in Trilhas and tagged , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *